Entenda o que aconteceu com “Todo Dia” da Pabllo Vittar

0
371

Não foi só o sucesso do clipe de “Sua Cara”, música do Major Lazer com participação de Anitta e Pabllo Vittar, que foi assunto nesses últimos dias. A notícia de que a música “Todo Dia” teria sumido de todas as plataformas digitais, inclusive Youtube, chocou todo mundo e muita gente ainda tem dúvidas sobre o que realmente aconteceu.

VEJA TAMBÉM: AMIN KHADER IGNORA PABLLO VITTAR DURANTE ENTREVISTA E LEVA ESPORRO DE ANITTA

VEJA TAMBÉM: AGORA FOI A VEZ DO PEREZ HILTON IGNORAR A PABLLO VITTAR E AINDA CONFESSOU QUE FEZ DE PROPÓSITO

Para uma música ser feita é preciso de alguém para compor a letra e um produtor musical que faça o instrumental (batidas), com “Todo Dia” não foi diferente. O compositor da letra de “Todo Dia”, além de ritmo e melodia, é 100% do Rico Dalasam, que participou também da interpretação da música e do clipe. O instrumental é de autoria do Dj Gorky Arthur Gomes (Maffalda).

Na época do lançamento do single foi estipulado que 100% dos direitos autorais da composição da música seria do Rico Dalasam, mas que sua participação na música e no clipe como artista seria totalmente gratuita.

“Todo Dia” se tornou um sucesso, porém o compositor Rico Dalasam não recebeu um centavo dos direitos autorais das reproduções da música como compositor. Então, em Junho desse ano o rapper enviou um documento extrajudicial pedindo sua parte pela música, porém o Dj Gorky sugeriu um novo acordo em que o valor todo seria dividido pela metade, 50%, diferente do primeiro acordo que era de 100% exclusivamente do Rico Dalasam.

Confira a seguir os comunicados da Pabllo Vittar e do Rico Dalasam que explicam mais detalhadamente os acordos:

COMUNICADO DA PABLLO VITTAR

“Rodrigo Gorky e Arthur Gomes (Maffalda) são coautores da musica ‘Todo Dia’, tendo criado todo o instrumental (bases), entretanto, na época do lançamento do álbum, foi acordado e assinado contrato entre as partes que estipulava a integralidade de Rico com 100% os direitos autorais pela composição da música.

Em contrapartida, sua participação como artista convidado na gravação da música seria gratuita, ressalvados os seus direitos de execução pública como intérprete, que são aqueles pagos diretamente pelo ECAD e sociedades autorais.

Todos os documentos e autorizações foram assinados refletindo esse combinado. Em reposta ao pedido de Rico, Gorky se dispôs a rever a questão, mas que nesse caso, para que fosse totalmente justo para todos, também fossem revistos os créditos de autoria da música reconhecendo Gorky e Arthur Gomes (Maffalda) como co-autores da música “Todo Dia”.

Propôs inclusive que os direitos autorais e de intérprete fossem divididos igualmente 50% para cada um, mas infelizmente Rico Dalasam não concorda com esses termos e insiste em querer manter 100% do autoral, o que inviabilizou qualquer acordo

Depois da música e clipes lançados com enorme sucesso, atingindo quase 50 milhões de plays, Rico oportunamente resolveu tentar rever o que havia sido firmado em comum acordo. Lamentamos muito a situação e esperamos resolver em breve essa questão retornando com a música para todas as plataformas”.

COMUNICADO DO RICO DALASAM

“A assessoria de imprensa do cantor e compositor Rico Dalasam esclarece que a notificação feita pelo advogado do artista só precisou ser realizada devido ao fato dos produtores da canção quererem se apropriar dos direitos autorais da obra musical “Todo dia”, que é exclusivamente de sua autoria.

“Todo Dia”, foi criada por Rico depois de uma história vivida durante um carnaval em Minas Gerais. A composição já foi feita com melodia e ritmo, o que a torna 100% de titularidade do autor.

Mesmo com todo sucesso, Rico não recebeu um centavo pela sua participação como co-intérprete da gravação de ” Todo Dia”, com Pablo Vittar, e quando questionou sobre sua parcela de direitos a este título, já que canta e participa do clipe, recebeu a indecorosa contra proposta de só receber caso cedesse 50% da composição que criou para o produtor Dj Gorky, dono do fonograma e também produtor musical.

Obviamente o rapper não aceitou a proposta e tem tentado reverter isso desde março, sem sucesso.

Acusado de oportunista através de uma nota enviada à imprensa pela assessoria contratada pelos produtores, Rico afirma que só está em busca dos seus direitos e da luta diária de artista independente”.

Informações via: G1

Deixe um comentário

Deixe um comentário...